• PT
  • EN
  • FR

Gestão do Desporto é uma das áreas dos vários de programas de bolsas de estudo para mestrados, oferecidos pelo programa Erasmos+, da União Europeia, para o ano académico 2018_2019, programa que tem formado centenas de pessoas ao redor do mundo.

Os mestrados conjuntos Erasmus Mundus (MCEM) são programas de estudos internacionais integrados de prestígio, lecionados em conjunto por um consórcio internacional de instituições de ensino superior.

Os MCEM atribuem bolsas de estudo financiadas pela UE aos melhores estudantes selecionados anualmente.

O programa tem duração de 12 a 24 meses.

Para mais informações siga o link: http://ec.europa.eu/programmes/erasmus-plus/opportunities/individuals/students/erasmus-mundus-joint-master-degrees_pt

Ou para a lista dos mestrados disponíveis: https://eacea.ec.europa.eu/erasmus-plus/library/scholarships-catalogue_en

A ilha do Sal está no roteiro do I Circuito mundial de Kitsurf de 2018, e já no mês de fevereiro a praia de Ponta Preta irá receber este evento desportivo, com grande projeção internacional a nível da modalidade.

Esta etapa do circuito mundial promete juntar kitesurfistas ao redor do planeta, na especialidade de Freestyle e 15 deles serão oriundos da ilha anfitriã do evento.

Mais uma mostra da potencialidade que a ilha do Sal detém em acolher eventos desportivos ligados ao mar, e que no próximo ano irá acolher o maior evento desportivo já organizado no país os Jogos Africanos de Praia.

A organização do evento encontra-se sob a alçada autarquia local.

Foto: www.kiteworldwide.com

Dan Thompson é um britânico que está a percorrer o mundo para arrecadar apoios para pesquisas sobre o cancro e promover a importância de um estilo de vida saudável, fazendo uma corrida em cada um dos 206 países membros do Comité Olímpico Internacional (COI), que estarão presentes nos Jogos de Tokio2020.

Neste momento o continente africano é objetivo de Dan Thompson que já tem agendado passagem por países como Costa do Marfim, Libéria, Serra leoa, Guiné, Mauritânia, Guiné Bissau e Cabo Verde só neste mês de janeiro.

O britânico chega à Cidade da Praia no dia 20, onde fará uma corrida de 10 km e apela a população em geral e atletas que se juntem à volta da causa.

Conforme deixa expressar, “Estou muito ansioso para correr na África Ocidental e espero que o maior número possível de pessoas se juntem a mim nas pistas. Eu gostaria de salientar que todos estão convidados a participar - independentemente do seu nível de aptidão ou corrida de velocidade. Os participantes também são convidados a executar uma parte do caminho, juntar-se em uma bicicleta ou simplesmente vir e apoiar os corredores!”

Esta corrida de Dan Thompson denominado de "Run The World" começou desde que o britânico perdeu a sua mãe que lutava contra o cancro. O evento já percorreu vários países na África, Sudeste da Ásia, Norte, Central e América do Sul, Europa, Ásia do Sul, no Caribe, no Pacífico e no Oriente Médio.

Na sua passagem por Cabo Verde Thompson fará uma visita ao Comité Olímpico.

Uma reunião dos chefes de missão das delegações africanas para os Jogos da Juventude Africana (JAJ), com lugar na Argélia em julho próximo, terá lugar nos dias 28, 29 e 30 de janeiro em Argel informou o Presidente em exercício da Associação dos Comités Olímpicos Nacionais da África (ANOCA) e chefe do Comité Olímpico e Desportivo Argelino (COA), Mustapha Berraf.

"A data foi marcada no sábado, no segundo dia da reunião de coordenação do Cairo da ANOCA, da União das Confederações Esportivas Africanas (UCSA), do COA e representantes do Ministério da Juventude e Desportos (MJS) sobre os preparativos para a JAJ que a Argélia vai hospedar de 19 a 28 de julho ", disse Berraf, acrescentando que" normalmente, os líderes dos 54 países membros estarão presentes nesta reunião, que serão os primeiros ".

No local, os Chefes de Missão serão informados sobre o andamento da preparação da JAJ-2018 pelo Comitê Organizador (COJAJ).

Responsáveis por suas delegações nacionais de atletas e funcionários durante os Jogos, os chefes de missão se reunirão por três dias em Argel, onde uma grande quantidade de tópicos, tais como alojamento, transporte, credenciamento e cerimónias, entre outros serão apresentados.

Neste encontro também estão agendadas visitas aos vários lugares selecionados para os Jogos como a vila dos atletas e as instalações desportivas.

A reunião dos chefes de missão será precedida da ANOCA, COA, UCSA e as Confederações Africanas, prevista para 26 e 27 de janeiro, acrescentou a mesma fonte.

De realçar que os Jogos da Juventude africanos são qualificativos para os Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires, que decorrem em outubro também deste ano.

Cabo Verde vai estar representado neste encontro pelos Chefes de Missão para Argélia e Buenos Aires.

C/ ACNOA e APS

 

Os jornalistas desportivos da Zona II participam no Mali de um seminário promovido pela Associação dos Comités Nacionais Olímpicos Africanos (ACNOA), visando melhorar os conhecimentos no âmbito do movimento olímpico.

Com a duração de dois dias, o evento decorreu no Complexo Desportivo de Bamako, infra-estrutura que acolhe o centro de treinamento da selecção nacional maliana de futebol, e conta com jornalistas desportivos em representação de Cabo Verde, Gâmbia, Guiné Bissau, Guiné Conacri, Mauritânia, Senegal, Serra Leoa e dos anfitriões do Mali.

A organização pretende fazer com que os jornalistas reforcem os seus conhecimentos a nível do olimpismo, visando uma ampla divulgação dos ideais do movimento olímpico, junto de uma vasta gama de população, de forma a sensibilizar o mundo para as causas nobres que norteiem o espírito do movimento olímpico.

Constitui ainda objectivo desta formação, dotar os participantes de informações sobre as componentes do movimento desportivo africano, facilitar os intercâmbios nas respectivas missões com o objectivo de controlar os papéis e as prerrogativas de cada parte e reforçar as capacidades dos jornalistas no tratamento de questões relativas ao olimpismo e a cobertura de grandes eventos desportivos africanos.

A formação conta com o envolvimento de jornalistas “experts”, sobretudo em matéria de comunicação, formadores de países integrantes da Zona II do Conselho Superior do Desporto em África, organização na qual Cabo Verde está inserida.

A cerimónia de abertura foi presidida pelo ministro do Desporto do Mali que enalteceu o contributo da imprensa especializada na propagação da divulgação dos acontecimentos desportivos em África, tendo considerado que actualmente a evolução do desporto no continente se deve em grande parte, aos ecos dos órgãos de comunicação social.

Diversas organizações internacionais africanas directamente ligadas à imprensa desportiva, como a Associação Internacional da Imprensa Desportiva (USSJA), a União Africana da Medicina Desportiva (UAMS), e União das Confederações Desportivas Africanas estão envolvidas neste evento.

Neste primeiro dia da conferência estão a ser abordados temas como “As componentes do Movimento Desportivo e Olímpico Africano”, “A Cobertura dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Africanos”, “Trocas em expectativas recíprocas CNO Imprensa Desportiva”.

O encerramento do seminário está previsto para esta terça-feira, sob a responsabilidade do presidente da Zona II da ACNOA,.

Cabo Verde está representado neste seminário pela responsável de comunicação do Comité Olímpico Cabo-verdiano, Carla Alfama e pelo jornalista da Inforpress, Simão Rodrigues, enquanto presidente da Comissão de Imprensa do COC.

Esta formação decorre num momento em que o Mali se prepara para organizar os Jogos Africanos da Juventude, que se realizam em 2018.

Fonte: Inforpress