• PT
  • EN
  • FR

O Curso de Treinadores de Ténis de mesa nível I da Federação Internacional de Ténis de Mesa (ITTF) arrancou, esta segunda-feira, no Estádio Nacional, na cidade da Praia com 30 formandos de todas as ilhas do país.

O curso que conta com a parceria do Comité Olímpico Cabo-verdiano pretende dotar os 30 formandos de capacidades, para alavancar a modalidade no país, com vista a criação de uma federação nacional de ténis de mesa, num deadline de três meses como augura a Federação Internacional.

O expert da ITTF, Leandro Olvech é o formador desta ação, que segundo o mesmo trará conteúdos teóricos mas também práticos, para que sejam replicados nas ilhas.

Por sua vez, os formandos mostraram grandes expetativas em relação ao curso, e asseguram a vontade de criar uma federação nacional, para que o país esteja presente em competições nacionais e internacionais.

De realçar que neste momento Cabo Verde faz parte dos quatro países no mundo que não estão filhados na Federação Internacional de Ténis de mesa, e por esta causa a organização desportiva internacional lançou o desafio ao país, para que se criasse uma federação cabo-verdiana da modalidade.     

Entretanto ainda na semana passada foi criada a associação nacional de ténis de mesa, cujos responsáveis encontram se também presentes na ação formativa no Estádio Nacional.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, recebe hoje, 23, pelas 17:00 horas, no palácio da presidência, o presidente da Associação de Comités Olímpicos Nacionais Africanos (ACNOA), Lassana Palenfo, que se encontra no país no âmbito de reconhecer as potencialidades de Cabo Verde, em receber os Jogos Olímpicos de Praia Africanos 2019.

A visita do mais alto responsável da ACNOA iniciou na ilha do Sal, no passado sábado, onde teve e oportunidade de conhecer melhor a ilha que deverá acolher os Jogos.

Depois da visita à ilha o presidente africano mostrou muito interesse em trazer o mega evento desportivo para Cabo Verde, e chamou mais uma vez mais a presidente do Comité Olímpico Cabo-verdiano a reforçar a campanha do nosso país, em Bamako, ainda em inícios de fevereiro, de onde sairá a decisão oficial. Desta forma, está quase certo que o nosso país será sede dos I Jogos Olímpicos de Praia Africanos.

Hoje pelas 08:00, Lassana Planefo foi recebido pelo Ministro dos Desportos que mostrou abertura para acolher este evento africano, que deverá contar com 54 países, em modalidades que serão posteriormente anunciados.

O Ministro ainda reforçou que as capacidades do país são modestas, mas que farão o possível para corresponder as expectativas da organização Africana, que irá disponibilizar um montante para a realização dos Jogos.

Ainda no final desta tarde o Presidente da ACNOA terá um encontro com os presidentes das federações nacionais, na sede do COC.

O novo presidente da Federação Cabo-verdiana de Ténis, José Almada Dias, visitou, nesta quarta-feira, 18 de janeiro, o Comité Olímpico Cabo-verdiano, com vista a entender a dinâmica da organização e apresentar os futuros projetos, para a modalidade em Cabo Verde.

O encontro com a Presidente do Comité, Filomena Fortes, durou cerca de uma hora e serviu para que os dois responsáveis desportivos, trocassem ideias sobre os diferentes projetos, tendo em benefício o ténis nacional.

Durante a visita, a presidente do COC mostrou toda disponibilidade da casa do Olimpismo em ajudar o ténis nos seus projetos, tendo em mente o seu desenvolvimento e massificação da modalidade em todo o país.

Lembre-se que a Federação Cabo-verdiana de Ténis foi a votos em inicios deste mês, onde a candidatura da equipa Tenis XXI, liderada por José Almada Dias, saiu vencedora.

A Federação Cabo-verdiana de Basquetebol vai realizar de 25 a 27 de janeiro, um Curso de Arbitragem para associações regionais, com lugar no pavilhão Vává Duarte, inserido nos programas de 2017 para a modalidade.

De acordo com uma nota da Federação, no curso estarão presentes as associações regionais do Fogo, Santo Antão, São Vicente, Sal, Santiago Norte e Sul.

De cada associação regional estarão presentes três árbitros.

A recém-eleita equipa da Federação Cabo-verdiana de Ténis, liderada por José Almada Dias, apresentou, durante a sua candidatura, nove linhas excecionais para o desenvolvimento da modalidade no país, que levou sua vitória nas eleições do último sábado, 06, em São Vicente.

Divulgação da modalidade, formação, aumento da competitividade, reforço das infraestruturas, reforço institucional, ligação às autoridades e ao mundo empresarial, internacionalização do ténis cabo-verdiano, história do Ténis e financiamento são as nove linhas programáticas e estratégias apresentadas pela equipa.

Em entrevista à televisão pública nacional, logo após à sua eleição, o novo presidente afiançou que um dos objetivos da sua equipa é levar o ténis a todas as ilhas do país, e fazer uma ligação ao mundo empresarial, dado ao fato de ser considerado muitas vezes um desporto “caro” pelos praticantes.

O responsável vê ainda o turismo como uma das potencialidades para o desenvolvimento do ténis, apostando em infraestruturas, mais praticantes e melhor qualidade, com vista também na integração de mais jovens e não só no mercado de trabalho.

No último sábado a Federação Cabo-verdiana de Ténis reuniu-se em assembleia geral, onde se realizaram as eleições, saindo a nova equipa que irá liderar os destinos da instituição desportiva para os próximos três anos.

Eis a equipa liderada por José Almada Dias:

Mesa da Assembleia:
Presidente - Alves Nilo Lima Fortes “Vinha”
Vice-Presidente - Gabriela Mendes
Secretário - Luís Alberto Monteiro Lopes
Direcção:
Presidente - José Manuel Almada Dias
Vice-Presidente - Carlitos Marcos Fortes
Vogal - Daniel de Jesus
Vogal - Carlos Melquíades Soares “Mikinha”
Vogal - Jacira Santos Lima
Conselho Técnico
Presidente - Arlindo “Djimba”
Vogal - José Ramos
Vogal - Eduíno Oliveira “Didi”
Conselho Fiscal e Jurisdicional
Presidente - José Carlos Santos
Vogal - Hernâni Soares
Vogal - Luís Filipe Wahnon

 Foto: sapo.cv